sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Montando Time

É isso aí, agora sim levei fé. Alex Mineiro é ótima contratação. O homem tem faro de gol.
Interessante seria que continuássemos atrás de atacantes de incontestável qualidade como é o caso do Alex Mineiro, e não já déssemos por encerrado o, como diz o Correio do Povo, "ciclo" de contratações para o ataque. Ora, ciclo ? Que ciclo é esse de uma contratação só ?

Sim, porque não me venham falar do Wellington Paulista. A grande besteira foi deixar o pequenino Soares ir embora. E ficaram com os outros todos. Ainda bem que se foi o Marcel também. O engraçado é querer apostar fichas em Perea. O rapaz não se adaptou, perde gols infantilmente e não tem nenhuma, sim, nenhuma qualidade técnica.

Sobre Pereira e Mattione. Pereira tem que ser respeitado pelo que fez pelo Grêmio. Mas os episódios de suas últimas contusões foram muito nebulosos. E sempre quando o Grêmio mais precisou dele no último ano. Depois, no dia-a-dia, passou a exibir um visual de estrela de cinema. Isso não combina com zagueiro. Zagueiro tem que ter cara de mau, e em dia de jogo não fazer a barba nem tomar banho antes do jogo. Só espero que o Felipe que chega do Corínthians com fama de beberrão e indisciplinado seja raçudo e esforçado, senão já viu. E o Mattione, na verdade, foi um problema que o Grêmio teve que administrador por culpa de Celso Roth. Sim, o "técnico" apaixonado por Paulo Sérgio, intimidou o garoto, que se imaginava com certeza sem chances de assumir a titularidade. Espero que os italianos não levem o guri agora. Ele tem uma Libertadores para estourar, e pegar seleção brasileira.

Sobre a Arena. Bom, eu já sabia. Sou gremista não é de hoje, e sei como funciona o conselho do Grêmio. Era certo o afastamento de Antonini, a cabeça mais preparada e que mais se dedicou ao assunto arena até agora. Entendo o sofrimento de pessoas como o sr. Hélio Dourado. Com certeza um dos maiores presidentes do Grêmio. Porém, o Estádio com certeza não seria herança para todo o sempre. Neste clube, cada um coopera como pode. Hélio Dourado pode ter levantado o Olímpico, Cândido Dias pode ter conseguido a bola, mas o Grêmio, esse não tem dono. Ele pertence à sua torcida. Espero que consigamos agir com lucidez e levantar o novo estádio. Ele vai mudar o futuro do tricolor.

Forza Grêmio !

Um comentário:

João Pedro Oliveira disse...

grande bill!!!
obrigado pelo presente
tens que aparecer aqui para pegar o teu.
feliz natal,. felicidades saúde e sorte